1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (433.243 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Novos critérios para contratações do Minha Casa Minha Vida 2018

Com a mudança de Governo no país, em 2018, o Programa Minha Casa Minha Vida tinha ficado um pouco abalado, sem definição de quais seriam os próximos passos. Sempre é válido um questionamento do que foi feito, para ser analisado o que deve continuar e o que pode ser aprimorado para o futuro do programa.

Nessa grande avaliação, um problema surgiu e chamou atenção dos pesquisadores, embora há uma alta satisfação em relação às moradias entregues no programa Minha Casa Minha Vida, para os participantes da faixa 1, que tem receita bruta familiar mensal de até R$ 1,8 mil, e que participam de sorteios de unidades habitacionais, sendo para isso, necessário a construção de um edifício, há a reclamação do entorno do empreendimento.

Minha Casa Minha Vida 2018

No geral, esses grandes empreendimentos, eram feitos longe do acesso à bancos, comércio, indústrias e até de meio de transporte público. Considerado como uma falha, já que essa população de baixa renda necessita de transporte público para se locomover para o trabalho, assim como precisa se locomover todos os dias para levar os filhos à escola, cursos, fazer compras, etc.

Com essa avaliação, ficou determinado pelo Governo Federal, de que os novos empreendimentos necessitam ter essa avaliação antes do aval de construção.

Minha Casa Minha Vida

Minha Casa Minha Vida

Os municípios com elevado déficit habitacional e que apresentem propostas de empreendimentos próximos a centros urbanos, com serviços públicos já instalados, terão prioridade nessa nova fase do programa.

Essa alteração é para a fase do programa Minha Casa Minha Vida 2018, com expectativa de construção de 25.664 novas residências, divididas em 77 municípios, com investimentos de R$ 2,1 bilhões, e estimativa de geração de 30 mil novos empregos. Foram aprovados empreendimentos localizados nas regiões Sudeste (49 propostas), Nordeste (40), Sul (18) e Norte (15).

Acesse e saiba mais informações: Leilão de Imóveis Itau 2018

Novos critérios para contratações do Minha Casa Minha Vida 2018

Ficaram de fora as cidades com unidades concluídas e legalizadas há mais de 60 dias, mas que apresentaram ociosidade superior a 5% do total contratado.

Essa geração de novos empregos vem num ótimo momento, já que o setor de construção civil continua numa grave crise, tendo dispensado boa parte do seu quadro de funcionários.

Minha Casa Minha Vida 2017

Minha Casa Minha Vida 2018. Imagem:divulgação

Com o investimento federal, novas portas se abrem para o setor, e a geração de empregos traz de volta o sonho do desempregado em ter seu trabalho de volta, e assim recebendo seu salário, a economia volta, aos poucos, a rodar de maneira mais constante.

É a economia ganhando força dentro da própria economia. A máquina voltando a rodar com ajuda do Governo Federal, até onde não seja mais necessário, e possa se alimentar sozinha.

Acesse e saiba mais informações: → Simulador Construcard Caixa

Programa Minha Casa Minha Vida 2018

Outra alteração para o Programa Minha Casa Minha Vida 2018, é a diminuição de unidades por condomínio antes em 2000 unidades. Agora serão 500 unidades por condomínio, facilitando a organização condominal e a implantação de trabalho social em cada um deles.

Acima de 500 unidades por condomínio, só empreendimentos localizados em municípios com população maior de 100 mil habitantes.

Minha Casa Minha Vida 2017

Minha Casa Minha Vida 2018. Imagem:divulgação

Toda reavaliação de projeto é positiva, ainda mais um programa dessa magnitude, com o sonho de entregar casas à moradores de baixa renda, que eram sempre deixados para fora do sistema habitacional financeiro, por baixa comprovação de renda e risco para as instituições financeiras privada.

O processo de recuperação do programa agora conta com um realismo fiscal, segundo o Ministro das Cidades, assim podendo caminhar de uma maneira sustentável, no começo da avaliação constatou-se 70 mil unidades paralisadas na faixa 1 e atrasos de pagamentos. Segundo o ministro, os pagamentos estão em dia, e os novos projetos estão prontos para saírem do papel. Informe-se se a sua cidade está contemplada nessa nova fase do programa e boa sorte!

Recomendados para você: